Antes de começar a correr você precisa analisar seu estado físico. Cada pessoa tem um ritmo diferente e é muito importante respeitá-lo. Para quem está acima do peso, não pratica exercícios há muito tempo, fuma ou tem algum problema respiratório, o ideal é começar caminhando.

 

Andar durante quarenta minutos, duas vezes por semana, já faz bastante diferença e ajuda a ganhar fôlego. Depois e só ir aumentando o ritmo gradativamente e perceberá que dentro de pouco tempo estará mais condicionada(o) e pronta(o) para novos desafios!

 

Além de benefícios cardiovasculares, uma hora de corrida intercalada com caminhada é capaz de queimar em média 500 kcal. Com a prática da atividade física, o organismo torna-se mais saudável, pois a gordura é substituída por músculo, massa magra. Depois de algumas semanas, o corpo já "afina" e fica mais torneado. Talvez a diferença nem apareça tanto na balança, mas sim nas medidas.

 

Por orientação médica, ao procurar uma atividade física que seja prazerosa e ao mesmo tempo represente muitos benefícios para a saúde, homens e mulheres estão escolhendo, cada vez mais, as corridas de rua. Segundo os médicos, a prática regular de exercícios leva a melhora da saúde com redução da possibilidade do desenvolvimento de doenças crônicas e isso tem motivado as pessoas a participarem das corridas de rua.

Os médicos explicam que as corridas de rua melhoram não só o condicionamento físico, como também o funcionamento do sistema cardiovascular e respiratório, reduzindo a gordura corporal e os níveis de glicose no sangue, além de aumentar o colesterol bom.

A corrida é um dos exercícios mais recomendados para o bem-estar físico e mental. Além de ser uma atividade completa que envolve praticamente todos os músculos do corpo, ela é aliada na queima de gorduras e no aumento da massa muscular.

Correr traz muitos benefícios para a qualidade de vida do indivíduo:

  • Reduz o peso corporal;
  • Aumenta a capacidade cardiorrespiratória;
  • Diminui o colesterol ruim;
  • Regula a pressão arterial;
  • Ativa a circulação sanguínea, diminuindo problemas do coração;
  • Proporciona sensação de bem-estar;
  • Melhora a função do rim, que filtra o sangue e reduz o número de substâncias tóxicas que circulam pelo corpo;
  • Melhora a massa muscular;
  • Aumenta a performance para prática de qualquer atividade física;
  • Melhora a qualidade do sono
  • Estimula a formação de massa óssea ajudando a prevenir doenças como a osteopenia e a osteoporose;
  • Melhora a autoestima;
  • Diminui o estresse e a depressão;
  • Auxilia na produção de hormônios ligados à qualidade do sono, bem estar e prevenção de doenças;
  • Aumenta o condicionamento físico;
  • Aumenta a eficiência do metabolismo;

A corrida pode ser praticada por qualquer indivíduo, desde que não haja impedimento médico ou algum tipo de lesão que impeça ou atrapalhe na execução dos exercícios.

 

É essencial que se façam exames antes da prática da atividade física para identificar possíveis doenças ou limitações físicas que impeçam a prática da corrida. Deve-se também investigar o estado nutricional do corredor, verificar se ele usa medicamentos e qual é o seu nível de condicionamento físico.

 

Comece procurando um profissional gabaritado e registrado junto ao CREF (Conselho Regional de Educação Física) para receber todas as orientações através de uma planilha específica para que você tenha o melhor resultado.

Quem Pode Fazer?

Antes da corrida

O ideal é consumir alimentos ricos em carboidratos com baixo índice glicêmico, ou seja, carboidratos que são absorvidos lentamente pelo organismo, tipo: Granolas (sem açúcar), pães e massas integrais, pepino, berinjela, quiabo, abacate, arroz integral, feijão, tomate, maçã etc. Assim, eles serão liberados aos poucos durante a corrida, evitando-se a hipoglicemia (queda da taxa de glicose no sangue).

 

Para não correr o risco de sentir fome na hora da corrida, coma uma fruta (banana, maçã ou mamão são ideais) 15 minutos antes do treino. Não coma alimentos pesados e de difícil digestão.

 

Use roupas de tecidos leves e confortáveis, e tênis apropriados para corrida.

Use roupas de tecidos leves e confortáveis, e tênis apropriados para corrida.

 

Durante a Corrida

Durante uma corrida para iniciantes, é indicado que sua frequência cardíaca (FC) fique entre 60% e 75% da FC máxima. Para calcular a FC máxima com a simples conta: 220 - (sua idade) = X. Assim você evita que seja ultrapassado seu limite cardíaco prevenindo desconfortos respiratórios, cardíacos e musculares.

 

O treinamento começa com caminhadas leves a moderadas que irão sofrer aumento no ritmo das passadas com o tempo. Depois de um tempo, corra durante alguns minutos e depois volte ao ritmo da caminhada. Descanse um minutinho e repita o processo, acelerando novamente.

 

Respiração

Quanto maior a intensidade do seu exercício, maior a necessidade de oxigênio e consequentemente aumenta a sensação de desconforto. Com a evolução do treino você irá melhorar sua capacidade cardiorrespiratória diminuindo a sensação de desconforto.

 

Depois da Corrida

Após a corrida, é muito importante que se façam alongamentos (veja abaixo), para evitar lesões. Ainda é necessário repor os líquidos durante a atividade através de água ou isotônicos.

 

Para o caso de atividades de longa duração que exceda 60 minutos é importante que você se pese antes de depois para verificar a quantidade de líquido eliminado pelo suor. Para cada kilo à menos é indicado a ingestão de 1 litro de água em até 2 horas após o término da atividade.

Iniciantes na Corrida

 

É importante a manutenção dos músculos através de execícios de musculação e exercícios funcionais específicos para fortalecer os músculos e tornar a corrida mais fácil além de evitar lesões.